Não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito..
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 5 de novembro de 2011

Sinto-me sozinha. Rodeada de pessoas que para mim são invisíveis. Estou só...
No meio de conhecidos, colegas, poucos amigos, família, mas só...
Vivo num mundo criado, inventado por mim, mas neste meu mundo não deixo mais ninguém entrar. Sinto que estou a fechar-me cada vez mais para as pessoas. Não quero dar mais de mim, não quero procurar mais. Quero sentir que as pessoas gostam de mim, quero saber que elas me procuram. Para isso preciso e quero afastar-me. Não quero ser só eu a dar, a querer manter os laços que nos unem. Não quero magoar-me mais, decepcionar-me por descobrir que só eu vivo e sinto os afetos.Chega de ser burra e de estar constantemente a pensar nos outros, principalmente aqueles que até agora não demonstraram a mínima preocupação comigo. Chegou a minha vez! Por uma vez na vida vou ser egoísta e pensar em mim. Quero e preciso de fechar a porta de alguns sentimentos e atirar a chave fora. Não quero deixá-los sair e estou determinada a isso! E estou também determinada a limar algumas arestas em mim.
Só espero ter a força e a vontade suficientes para percorrer este caminho que escolhi...


Há alturas
em que não sei o que fazer

com as minhas emoções...
A desordem é tal que nem eu própria
consigo entender o que me vai na alma...

2 comentários:

Bibigs disse...

Adoro!!!

Bibigs disse...

Faz isso. De certeza que mereces. Quem me dera ter essa coragem...