Não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito..
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Sobre libertar-se..

Sabee,
hoje estive a pensar,
e Repensar muitas coisas..

E na boa! Sem presunção!!
Eu me apaixonaria por mim,
pela pessoa que sou,

Pela atenção e sinceridade
com que me entrego
aos que de fato amo,
e demonstro sem preconceito
ou medo de má interpretação.

Gostaria muito de ter alguém assim;

Que agisse desta forma comigo.
" Sabe aquela história
de fazer aos outros o tu gostarias que fosse feito a ti?"
É por aí...

Sei que não deixo a desejar, e não estou a ser pretensiosa nãão..
Apenas aprendi, depois de muito custo, a reconhecer o MEU VALOR!
Portanto, hora de DESPERTAR!!!
Com o perdão da palavraa...
Fodam-se
aqueles
que fizerem pouco caso do que eu sinto,
que tratarem com desdém os meus sentimentos ..

Vou estar sempre atualizando agora, colocando a fila para andar mesmooo;
E se acaso por algum motivo ela empacar, eu empurro ladeira abaixo!!!

E ainda posso não saber como,
mas vou seguir sem olhar para trás!

E tenho Dito!!

Sem sono..

"Aiai .. o sono parece tão distante hoje...
Meio a contra gosto vou me deitar.
Contar borboletas...
Quem sabe uma delas me concede suas asas,
e em algum lugar distante

num sonho sem sem volta, eu tbm me ponho a voar."
.

Férias !!

Acho que preciso
de umas férias do mundo!!!

Passar um tempo
a sós comigo mesma.


Pensar...
Refletir...
Descobrir
eee REdescobrir
fatos e verdades


que ainda me faltam
para entender melhor
para onde estou indo...

Há momentos de decisões,
de caminhos a escolher,
mas
quase sempre nunca sei como agir,
e isso me esculachaaa a vidaa

é excruciante essa sensação de ter os olhos bem abertos
enxergar com perfeição
e ainda assim desejar muito ter um cão guia..



Livros..


Os livros
nos dão conselhos
que os amigos
não se atreveriam
a dar-nos.
Livros
são os mais silenciosos
e constantes amigos;

os mais acessíveis
e sábios conselheiros;
e os mais pacientes professores.

domingo, 30 de janeiro de 2011

Pra quem quer que seja ..

"QUER UM CONSELHO?!"
.

"Seja feliz, e não se importe com as pessoas ao seu redor,
elas não sabem metade do que acontece
dentro de você.”

Clarice por Clarice..

"Clarice é um problema para os simples de pensamento...."

Outra coisa que não parece
ser entendida pelos outros

é quando me chamam de intelectual
e eu digo que não sou.

De novo, não se trata de modéstia
e sim de uma realidade

...que nem de longe me fere.
Ser intelectual é
usar sobretudo a inteligência,

o que eu não faço:
uso é a intuição, o instinto.

Ser intelectual é também ter cultura, e eu sou tão má leitora
que agora já sem pudor, digo que não tenho mesmo cultura.
Nem sequer li as obras importantes da humanidade.
[...] Literata também não sou porque não tornei o fato de escrever livros
‘uma profissão’, nem uma ‘carreira’.
Escrevi-os só quando espontaneamente me vieram,
e só quando eu realmente quis. Sou uma amadora?
O que sou então? Sou uma pessoa que tem um coração
que por vezes percebe, sou uma pessoa que pretendeu
pôr em palavras um mundo ininteligível
e um mundo impalpável.
Sobretudo uma pessoa cujo coração bate de alegria levíssima
quando consegue em uma frase dizer alguma coisa sobre a vida humana.*
(Clarice Lispector'
.
Agora Click aquii -->> Clarice por Clarice
...
Aqui tem maiss \0/ -->> Os mistérios de Clarice
....
.. eeee mais um cadinhoo -->> Baú
...
Aqui tem mais . lálá ..lálááá -->> Seleção de matérias sobre Clarice

Pensando...


E dar um tempo,sempre. Me empurrar pra dentro. Esquecer um pouco de tudo, me embebedar do silêncio, acender a luz de si e prestar mais atenção no que está ali,esperando oportunidade. Um papo a sós : eu e Clarice. Eu minha mudez sobre a voz de Chrissie Hynde,repetindo : " Everyday is like sunday ". É! Agora somos três e o seco do vinho fazendo viver um pouco. Tantas coisas a resolver aqui dentro.
Escrever me dá essa liberdade de transpor, sabe? É como naqueles filmes horrendos de exorcismo,onde se joga pra fora o que não presta. Só que sem efeitos especiais, nem ajuda, nem rezas fortes. É na raça.
É da carne viva que se alivia a alma. Tudo transcorre bem,s e por bem eu concorde, mas minha guerra é ter que aceitar o improvável bem a dois passos de mim. Nunca fui racional para adquirir essa frieza, que nem é fria, é realista. Gosto é de imaginar como seria, de agarrar a mínina chance, de sustentar a euforia.
Vi que relevo a vida de uma forma muito besta; devo me polpar um pouco mais, já que minha entrega é voraz a qualquer resquício de sentimento. E se dói, e quando dói, a praga se propaga tanto, e eu só espanto com um analgésico qualquer; sem resolver. Pois bem, mudemos!
Giremos a bebida na taça "meninas".
Atitude!
Porque esperar passar, só tem aniquilado grandes momentos...

Liberdade II

...E parece, existe uma gente que conquistou a sua liberdade e tem coragem para mostrar-se. Revelar segredos. Melhor ainda, fofocar sobre si mesma. Esse mundo, o das pessoas que não têm medo de ser, é real e pertence a qualquer um que o queira. É só estender o braço e a felicidade de não fingir está bem ali. Somos a nova família, lutamos para sermos amados assim: loucos, estranhos, lindos e até mesmo chatos. Porque em meio aos que falseiam, somos os que querem simplesmente amar.
E amar, bom... Amar é chique!."
(F.Y'

sábado, 29 de janeiro de 2011

Liberdade..

- "Ela é tão livre que um dia será presa.
- Presa por quê?
- Por excesso de liberdade.
- Mas essa liberdade é inocente?
- É. Até mesmo ingênua.
...- Então por que a prisão?
- Porque a liberdade ofende."
(Clarice Lispector'

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Noite longa pra uma vida curta..

Estou ficando cansada de postar “assuntos do coração”. Mas não tem jeito. Eu sou assim, como dizia Clarice Lispector, um coração batendo no mundo. Tive uma noite ruim. Cenas, dúvidas, casos e acasos me acordavam insistindo para um café, para um acerto de contas. Tantas perguntas povoavam minha mente inquieta.
Quem teve a idéia tosca de determinar o que é certo pra vida das pessoas como se todo o mundo tivesse saído de uma fôrma de bolo e fossemos iguais? “Tias velhas” me perguntam toda semana porque eu não tenho namorado. Será que não passa por aquelas cabecinhas que eu simplesmente não quero o primeiro mala que aparecer só pra eu poder falar que tenho, enfim, o namorado que elas me cobram.
Padrões irreais, alienantes e ultrapassados. Desculpe-me o palavreado, mas que porra é essa de “sucesso”?? Sucesso é ter um emprego milionário, mesmo que você abra mão da sua vida pra ganhar dinheiro. Sucesso é ter um casamento por 30 anos, mesmo que você durma no sofá há 23. Sucesso é ter se casado antes dos 30 mesmo que você tenha se casado com um pangaré qualquer. Sucesso é uma palavra criada para definir algo que eu nem sei se queria ter tido ou sido.Felicidade e sucesso são caminhos que nem sempre se cruzam.Largamos nossas carreiras de bailarinas, psicólogos, músicos porque isso não dá dinheiro. Largamos nossos sonhos, nossas vocações, aquilo que realmente sabemos (e queremos) fazer, para cursar uma faculdade de direito, de engenharia, de medicina porque é isso que aprendemos que dá dinheiro, sustento na vida e o glamour do tão sonhado do status.
Quem escreveu as regras do sucesso? Eu vou ser infeliz se cursar psicologia e não direito? Se eu for morar na praia. Se eu virar hippie? Se eu não ganhar dinheiro, mas fizer aquilo que eu gosto. Eu vou ser uma pessoa pior pra quem? Pra mim mesma ou pro resto do mundo?
Podem me chamar de boba, louca ou até mesmo infantil, mas eu possuo apenas esta vida e nela vou fazer o que eu quiser fazer. O que eu nasci pra fazer. E isso não é papo de adolescente rebelde, definitivamente, já passei dessa fase. Não vou cursar direito porque trabalho num gabinete de tribunal, porque as melhores carreiras são para os bacharéis em direito. Isso é excelente! Excelente pra vocês. Que eu fiquei a vida inteira morando no mesmo bairro suburbano, que eu não vá às melhores festas nem faça parte da high society. E quem quiser pensar que eu tenho a mente pequena, que pense! Porque eu quero mesmo é chegar ao fim da estrada e constatar se a vale a pena seguir o coração. Se tudo der certo, quando eu estiver voltando, eu aviso aos que ainda estão indo que vale a pena sim. Mas se, inevitavelmente, as coisas não saírem como o esperado, nada terá sido em vão. Quem vai arcar com o estrago será eu mesma. Cansei de provar que eu estou certa. A partir de agora vocês é que provem que eu estou errada. Ou melhor, continuem seguindo o mesmo padrão, a mesma forma, a mesma ditadura:
Você tem que ter 1,65m, pesar 55 quilos, ser loira, linda e difícil. Tomar a iniciativa? Jamais. Ligar antes que ele te ligue? Tá louca?!Namore caras mais velhos, bem sucedidos e independentes. Case-se antes dos 30. Seja linda. Independente. Ganhe bem - mesmo que todo seu dinheiro seja torrado em bolsas Louis Vuitton e sapatos Prada. Tenha um cachorro de bolsa. Sorria quando quiser chorar. Tome remédios pra dormir. Tenha o Prozac, Rivotril e Fluoxetina como seus melhores amigos. Durma pouco. Trabalhe 14 horas por dia, é super moderno dizer pros amigos que trabalha “horrores”. Top mesmo é ser workaholic (viciado em trabalho, mas é mais chique falar em inglês, óbvio). Stress está na moda. E, se sobreviver a tudo isso, me conte depois. Vou querer estar aqui pra saber.
.

Sobre alguns desejos ..

Sabee o que quero ...

“Quero acordar do seu lado num domingo de manhã e saber
que não temos hora para sair da cama.
E, depois, ir tomar café na padaria e ler o jornal contigo, e se atualizar de tudo..
Quero ouvir-te contar sobre o trabalho, com os olhos a brilhar de felicidade
pela sua conquista, e falar detalhadamente de pessoas que eu não conheço,
e nem vou conhecer, como se fossem meus velhos amigos.
Quero ver-te a me olhar entre um gole de café e outro, sem nada para dizer,
e apenas sorrir antes de voltar a folhear o livro que lês.
Quero a sua mão no meu cabelo, dentro do carro, no caminho do seu apartamento.
Quero deitar no sofá e ver-te cuidar das plantas, escolher a playlist no ipod
e falar daquelas musicas barulhentas que gostas tanto,
e então ficarei ali de sorriso bobo, a observar-te toda inquieta a tagarelar..
Quero conhecer tuas manias mais irrelevantes,
como talvez, dobrar de um jeitinho todo metódico e perfeccionista,
as roupas esquecidas em cima da cama.
E que, sem mais nem menos, tu desistas da arrumação,
jogue-me sobre a bagunça,

a me beijar e abraçar como nunca fizestes antes com outra pessoa.
E que pergunte-me se quero ver um DVD mais tarde, juntinho,
onde a companhia é bem mais interessante que um filme qualquer..
Quero tomar uma taça de vinho no fim do dia e deitar ao seu lado na rede,
olhar a lua e ouvir-te contar histórias sobre teus dias,
enquanto acaricio-te os cabelos e insisto em lembrar o quanto amo seu sorriso,
ainda mais quando ele é direcionado a mim..
Quero escutar-te falar do futuro e sonhar com minha imagem nele,
mesmo sabendo que eu provavelmente não estarei lá.
Quero que tu ignores a improbabilidade da nossa jornada
que imagine um futuro onde estaremos " tu e eu"
e fale da casa que teremos no campo, com um lindo jardim,
e girassóis, e margaridas, e orquídeas, e rosas, e algumas borboletas,
a borboletetar alegrinhas de flor em flor..

Quero que a descrevas em detalhes...
E que faça tudo isso enquanto passa a mão em meus cabelos e me beija o rosto.
Quero que nunca percas de vista a música da sua existência,
eeee a nossa música..
Que nunca te despeças de seus sonhos, até os mais engavetados,
enquanto eu te recordo que estarei sempre contigo
na busca pela realização de cada um deles, até os menores
que possam parecer sem importância aos demais, mas que são seus,
então para mim sempre serão os mais lindos, os mais almejados,
e de relevância ímpar.
E que me prometa ter entendido que a felicidade não é um destino,
mas a viagem.

E que, por isso, teremos sido felizes pelos vários domingos na cama
e pelos sonhos que compartilhamos enquanto olhávamos a lua.
Que acredites que tu não me deves nada,
simplesmente porque os amores mais puros não entendem dívida,
nem mágoa, nem arrependimento.
Então, que não te arrependas. Da gente. Do que fomos. De tudo o que vivemos.
Que me guardes na memória, mais do que nas fotos.
Que termine com a sensação de ter me degustado por completo,
mas como quem sai da mesa antes da sobremesa:
com a impressão que poderia ter te fartado um pouco mais.
E que, até o último dia da sua vida, tu espalhes delicadamente a nossa história,
para poucos ouvintes, como se ela tivesse sido
a mais bela história de amor da sua vida.
E que uma parte de ti acredite que ela foi, de fato,
a mais bela história de amor da sua vida.

Que nunca mais deixes de pensar em mim quando de repente , sem querer,
em uma rádio qualquer escutar Can't Take My Eyes Off You.
E, por fim, quando tocar uma daquelas musicas barulhentas
que tu tanto gostas, qualquer umaa;
que tu continues a dançar na sala. Para sempre.
Mesmo quando eu não estiver mais olhando...”

(...) eu te amoo da forma mais doce e pura
que possa haver em mim..

.

... só por hoje..


"Tudo que eu queria hoje
era encostar a cabeça no ombro de alguém
que me contasse baixinho uma história qualquer..."

Sobre alguns silêncios...


Eu guardo muita coisa comigo. Na verdade guardo tudo.
Minha dor, minhas neuras, meus devaneios. Sou uma caixinha de Pandora,
talvez por causa disso, é tanta coisa jogada por aqui.
Aprendi a ser assim desde muito nova.
Às vezes você pode me olhar e pensar que estou super-ultra-mega feliz
e que sou forte,quando na verdade por dentro estou um caco,
péssima e que finjo ser bruta,
porque se eu tiver um abraço mais afável naquele momento
eu com certeza irei chorar.
Quem me ver sorrindo assim sequer imagina meu anti-socialismo interno.
Quem convive realmente comigo já me ouviu dizer
que nasci sozinha do útero da minha mãe,
berrando de pavor para este mundo insano,
e que embarcarei sozinha num caixão rumo a sei lá o quê...
Obviamente que nesse intervalo fiz e vivi muitas coisas realmente únicas.
Absolutamente indescritíveis.

Aquele beijo, aquele olhar que me vê transparente, aquele sorriso disfarçado,
a tarde de domingo, a noite de um dia da semana qualquer,
aquela musica, aquele perfume.
Amigos que vem e que nunca mais se vão; Alguns que se foram
e deixaram muitas saudades. Aquele professor que marcou um ano todo.
Os banhos de chuva que nunca mais me lavaram.
Aquele pôr-do-sol...coisas que marcaram.

Às vezes eu paro e penso:
Esta não é a vida.
Este não é o sonho.
Este não é o lugar.
Esta não é a pessoa.
Está tudo muito confuso por aqui. Pára o mundo que eu preciso descer!
Então eu paro e chego a conclusão de que eu nunca obtenho as respostas
paras essas infinidades de perguntas que insistem em povoar minha mente..

Alguns me perguntam: “Você não tem tempo para viver tudo novamente?”;
“Você quer viver isso de novo?” ;“Por que você é assim...estranha?” ;
“Cadê seu juízo?”.
Fico calada diante dessas perguntas, não por falta de interesse
mas por falta de respostas mesmo.

Eu tenho tempo,
tenho amores,
tenho vida,
tenho disposição.
Tenho tudo de que preciso para aquietar esse meu espírito.
Tem, mas acabou.
E se eu tivesse um pouco mais de criatividade
hoje este texto teria um melhor arremate...
Mas sinceramente...
Hoje não..não dá...
Não consigo.
Tem, mas acabou.

...

Sobre o que eu nãão quero..


;*
( ... ) e eu estava tão assustada que ainda mais quieta ficara dentro de mim.
Pois parecia-me que finalmente eu ia ter que sentir...

Sobre alguns pensamentos..

Encontrarás apenas o descompromisso com as palavras,
o simples pensamento, as impressões do momento,
e as borboletas da minha mente em constante movimento..
"Amor pra dar? Tem mas acabou.."
.

Sobre o que muitas vezes eu tento..

"Algumas pessoas se escondem no silêncio.."
.

Sobre algumas verdades..


"Nossa pra que insistir.." ¬¬
Felizes o que nunca esperam nadaa
assim jamais serão decepcinado..
Não há nada a esperar, nem se desesperar!
" Algumas coisas foram feiitas
somente para acontecer

...e não para dar certo!"

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Nénãão ;)

Não perca muito de seu tempo, ou se desgaste emocionalmente
correndo atras das borboletas ..
Cuide de seu jardim

e vá decorando a sua alma.
A Vida tras quem Voce merece.

Portanto faça por merecer a pessoa especial
que desejas
que faça parte de teus dias.
No final das contas, você não vai achar quem você sempre procurou,
e sim se encontrar com alguém que sempre esperou por você... \o/

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Me responda !!

E quem pode comigo quando eu digo tudo o que sinto?

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

E eu não sei..


Porque as vezes
a gente tbm não entende,
e de verdade...
nem sabe se quer entender.
Sentimentos misturados,
pensamentos desconexos,
vontades que vem e vão,
angustia, rompantes de alegria,
nó na garganta e mais perece forca...
não sei ... são sei...
mas em meio a tudo, uma certeza:
o desejo de que passe logo
[ ou não passe ]
aaaaah! sei lá..



“Não entendo...
Isso é tão vasto que ultrapassa qualquer entender.
Entender é sempre limitado.
Mas não entender pode não ter fronteiras.
Sinto que sou muito mais completa quando não entendo.
Não entender, do modo como falo, é um dom.
Não entender, mas não como um simples de espírito.
O bom é ser inteligente e não entender.
É uma benção estranha, como ter loucura sem ser doida.
É um desinteresse manso, é uma doçura de burrice.
Só que de vez em quando vem a inquietação: quero entender um pouco.
Não demais, mas pelo menos entender que não entendo”.
(C.L'

Ebaa mais um selinhoo \o/


Ganhei este Selinho da Katja Malena
--> blog É a vida, é bonita, e é bonita...
Obrigada querida adoreii!!

Regras:
Escrever sete desejos para 2011
e desejar a 7 blogueiras
os melhores votos de felicidade para 2011.

hum .. 7 desejos.. vamos lá :')

1.- estar com, e passar muito de meus dias
com alguém q tem feito de minha vida uma aquarela
2.- me realizar profissionalmente
3.- mais livros de Clarice Lispector e Caio F.
4.- pensar menos e viver mais
5.- que estas pessoas que perderam tanto com enchentes
consigam refazer suas vidas

6.- que meus sonhos deixem de acontecer só enquanto durmo
7.- que as pessoas q conheci em 2010 permaneçam em minha vida em 2011

Meus votos de felicidade vão para ...

Fernanda Jungton
Leka
B.N
Thais M.
Lucas Lima
Kelly Viana
Bruno

um.beeijo a todos.. e feliiz 2011
indiquei porque adoooro borboletear
nestes cantinhos ^^


terça-feira, 18 de janeiro de 2011

E eu não sei para de te olhar..

Meus olhos... seus fãs...
"Pois meus olhos vidram ao te ver
São dois fãs, um par..."

Olhares..

Constantemente te pego a fitar-me com um olhar meio travesso
e um sorrisinho bobo, como quem diz simplesmente oi..
E eu adoooooro..
Mas me perco quando nossos olhares se cruzam,
e fico a tentar descobrir o que queres me dizer realmente ..

.

domingo, 9 de janeiro de 2011

*.*

"Escrever é o meu trabalho mais lúdico.
Meu jeito preferido de prece.
Minha maneira predileta de levar o coração pra pegar sol."


sábado, 8 de janeiro de 2011

Amor inédito..

"O meu amor por você
é inédito.

Novo e maduro – como pode?
Penso, sinto e quero você.
Hoje, amanhã
e na medida sem fim do tempo.
Quando estou em silêncio
e lembro que tu existes, eu sinto paz.
Suspiro aliviada.
Quero vestir o seu abraço
e sair com ele por aí,
como um colete à prova de balas.
Abraço longo, apertado, quente.
Quero mais, me abrace mais.

Mais um pouquinho...
Vai sempre faltar abraço para minha sede dele.

Sei que dentro de ti moram sorrisos.
Alguns tu deixas escapar,
os outros esconde no escuro,

pra eu procurar.
ADOOORO :')
Sabe não sei dizer ao certo,
é uma gostosa sensação de porto seguro, abrigo

ele é inédito,
me envolve, me encanta

sinto as vezes como se ele já tivesse nascido comigo..
(F.J'

Sobre mulheres..

"A mulher madura é assim:
Tem algo de orquídea
que brota exclusiva de um tronco, inteira.
Não é um canteiro de margaridas jovens tagarelando nas manhãs."
(Affonso de San'Anna'

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Sabee ?!!

"Sabe as coisas mais simples?

Como tomar banho de chuva,
um abraço apertado,

um olhar diferente, uma amizade verdadeira,
deitar na grama,

uma tarde de domingo divertida,
um amor sincero,

aquela música preferida no último volume,
andar de mãos dadas,
dançar até cansar…

Então, é nisso que eu reparo
e é disso que eu gosto."

.

Eu vou seguir ...


.
Eu sei! Que os sonhos são pra sempre
Eu sei! Aqui no coração
Eu vou!
Ser mais do que eu sou

Pra cumprir as promessas que eu fiz
Porque eu sei que é assim
Que os meus sonhos dependem de mim...
Eu vou tentar...
Sempre!

E acreditar que sou capaz
de levantar uma vez mais

Eu vou seguir
Sempre!

Saber que ao menos eu tentei
E vou tentar mais uma vez
Eu vou seguir...
Não sei!
Se os dias são pra sempre

Guardei!
Você no coração

Eu vou!
Correndo atrás

Aprendi! Que nunca é demais
Vale a pena insistir
Minha guerra é encontrar minha paz...
Eu vou tentar.. Sempre!
E acreditar que sou capaz
de levantar uma vez mais

Eu vou seguir...
Sempre!

Saber que ao menos eu tentei
E vou tentar mais uma vez
Eu vou seguir...
Eu vou tentar
Sempre!

.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Mania de salvar-se a sí..

"Escrever
para não implodir.

Escrever
para explodir o resto. "

Sobre o q preciso aprender ..


As vezes nossos sonhos parecem tão distante...


Mas realidade sem sonho ñ tem graça.
Não tem vida.
Não tem cor.

Condorda?
O inverno tbm vale.

Sonhos são melhores quando se tem uma certa realidade embutida.
Aquela coisa de saber q é difícil,
mas ñ impossível.
E é aí q mora o bom senso (primo-irmão do
equilíbrio de tantos feitos por aí)
Com sonhos a tiracolo e o bom senso nas mãos, mágicas
- vira-se-mexe-acontecem. Palavras viram livros, rabiscos viram cançoes.
Simples idéias se transformam em tudo o q a gente sempre quis.
(Quer coisa melhor?).
São nestes momentos q a vida se mostra cheia de luz.
De graça.
E de significado.
Tudo passa a valer apena, apesar
de todos os tropeços do caminho...
Se a gente não sonhar,
as coisas tbm ñ acontecem,
tdo parte de um sonho.
De uma vontade de fazer acontecer,
mesmo q as circunstâncias só nos façam ver
as IMpossíbilidades do vir-a-ser.

ACREDITAR MAIS - é a palavra para o ano q se inicia.
REALIZAR MAIS - é sequencia.

Mas como tudo tem dois lados, é bom ficar de olhos bem abertos.
Ou melhor: com os pés fincados no chão.
Viver só de sonhos ñ basta.
Quem se alimenta apenas de ilusão, perde a realidade da vida
e se esconde em um mundo paralelo, platônico.
Complicado, não?
Também acho.
Haja discernimento para viajar, se aventurar nas estrelas
e saber a hora certa de voltar!
Dito isso, tento continuar com a cabeça na lua.
O pensamento nas nuvens.

E, por via das dúvidas, me belisco sempre para aterrissar.
Afinal, quem disse q não podemos trazer para terra o q criamos em "nosso céu"?

ACREDITAR MAIS - é a palavra para o ano q se inicia.
REALIZAR MAIS - é sequencia.
APRENDER A NÃO DESISTIR - é o ponto final.

É preciso que eu suporte duas ou três larvas
se quiser conhecer as borboletas.



terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Simplesmente Clarice







































.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

Adooro :')


Já disse o escritor Marcelino Rodriguez:
"Mulheres que escrevem são boas de contar histórias,
mas se cochilarmos podem fazer-nos ver o bonde aonde não há trilhos!
Ou vice-versa!
Mulheres que escrevem são um perigo!"
Não esperamos que todos entendam a profundidade
que certas coisas têm para nós,
nem que assumam algum interesse por elas,

mas queremos transpassar o limite da curiosidade e envolver.
E pra quem arriscar se envolver, boa viagem.


segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

.. e que seja doce..

É doce a espera ..
quando sei q ao final dela, é você quem vai chegar..

Quero tudo novo de novo..

Quero não sentir medo.
Quero me entregar mais, me jogar mais, amar mais.
Viajar até cansar.
Quero sair pelo mundo.
Quero fins de semana de praia.
Aproveitar os amigos e abraçá-los mais.
Quero ver mais filmes e comer mais pipoca, ler mais. Sair mais.
Quero um trabalho novo.
Quero não me atrasar tanto, nem me preocupar tanto.
Quero morar sozinha, quero ter momentos de paz.
Quero dançar mais.
Comer mais brigadeiro de panela,
acordar mais cedo e economizar mais.
Sorrir mais, chorar menos e ajudar mais.
Pensar mais e pensar menos.
Andar mais de bicicleta. Ir mais vezes ao parque.
Quero me olhar mais. Cortar mais os cabelos.
Tomar mais sol e mais banho de chuva.
Preciso me concentrar mais, delirar mais.
Não quero esperar mais, quero fazer mais,
suar mais, cantar mais e mais.
Quero conhecer mais pessoas.
Quero olhar para frente e só o necessário para trás.
Quero olhar nos olhos do que fez sofrer e sorrir e abraçar,
sem mágoa.
Quero pedir menos desculpas, sentir menos culpa.
Quero mais chão, pouco vão e mais bolinhas de sabão.
Quero aceitar menos, indagar mais, ousar mais.
Experimentar mais.
Quero menos “mas”.
Quero não sentir tanta saudade.
Quero mais e tudo o mais.
“E o resto que venha se vier,
ou tiver que vir,
ou não venha".

.(Fernando Pessoa'

domingo, 2 de janeiro de 2011

das verdades superiores


Esquecer é uma necessidade.
A vida é uma lousa,

em que o destino, para escrever um novo caso,
precisa de apagar o caso escrito.


"Machado de Assis'

néah

Engraçado.
Você sabe que vai se arrepender.
E de novo.

O nome disso não é masoquismo.
O nome disso não é burrice.
O nome disso é humano.
(Federico Ezequiel Devito'

Veríssimo..

.
Tentei dizer quanto te amava, aquela vez, baixinho
mas havia um grande berreiro, um enorme burburinho
e, pensado bem, o berçário não era o melhor lugar.
Você de fraldas, uma graça, e eu pelado lado a lado,
cada um recém-chegado você sem saber ouvir,
eu sem saber falar.
Tentei de novo, lembro bem, na escola.
Um PS no bilhete pedindo cola interceptado pela
professora como um gavião.
Fui parar na sala da diretora e depois na rua
enquanto você, compreensivelmente, ficou na sua.
A vida é curta, longa é a paixão.
Numa festinha, ah, nossas festinhas, disse tudo:
Eu te adoro, te venero, na tua frente fico mudo”
E você não disse nada.
Só mais tarde, de ressaca, atinei.
Cheio de amor e Cuba, me enganei e disse tudo
para uma almofada.
Gravei, em vinte árvores, quarenta corações.
O teu nome, o meu, flechas e palpitações:

No mal-me-quer, bem-me-quer, dizimei jardins.
Resultado: sou persona pouco grata corrido a gritos de
“Mata! Mata!” por conservacionistas, ecólogos e afins.
Recorri, em desespero, ao gesto obsoleto:
“Se não me segurarem faço um soneto”
E não é que fiz, e até com boas rimas?
Você não leu, e nem sequer ficou sabendo.
Continuo inédito e por teu amor sofrendo
Mas fui premiado num concurso em Minas.
Comecei a escrever com pincel e piche num muro
branco, o asseio que se lixe, todo o meu amor
para a tua ciência.
Fui preso, aos socos, e fichado.
Dias e mais dias interrogado:
era PC, PCdoB ou alguma dissidência?
Te escrevi com lágrimas , sangue, suor e mel
(você devia ver o estado do papel)
uma carta longa, linda e passional.
De resposta nem uma carinha
nem um cartão, nem uma linha!
Vá se confiar no Correio Nacional.
Com uma serenata, sim, uma serenata como
nos tempos da Cabocla Ingrata me declararia,
respeitando a métrica.
Ardor, tenor, a calçada enluarada…
havia tudo sob a tua sacada
menos tomada pra guitarra elétrica.
Decidi, então, botar a maior banca no céu escrever
com fumaça branca: “Te amo, assinado..” e meu nome
bem legível. Já tinha avião, coragem, brevê tudo para
impressionar você mas veio a crise, faltou o combustível.
Ontem você me emprestou seu ouvido e na
discoteca, em meio do alarido, despejei meu coração.
Falei da devoção ha anos entalada e você disse “Não
escuto banda”. Disse “eu não escuto nada”.
Curta é a vida, longa é a paixão.
Na velhice, num asilo, lado a lado em meio a um
silêncio abençoado direi o que sinto, meu bem.
O meu único medo é que então empinando a
orelha com a mão você me responda só: “Hein?”
(Luis Fernando Verissimo'

sábado, 1 de janeiro de 2011

Sdd's

Te encontrar virou apenas uma questão de fechar os olhos.”
.

I love you so

Presságio

O AMOR, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p'ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente

Não sabe o que há de dizer.
Fala: parece que mente...
Cala: parece esquecer...

Ah, mas se ela adivinhasse,

Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
P'ra saber que a estão a amar!

Mas quem sente muito, cala;

Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe

O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar...

(Fernando Pessoa'


I love you so ♥
*.my sunshine.*