Não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito..
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Noite longa pra uma vida curta..

Estou ficando cansada de postar “assuntos do coração”. Mas não tem jeito. Eu sou assim, como dizia Clarice Lispector, um coração batendo no mundo. Tive uma noite ruim. Cenas, dúvidas, casos e acasos me acordavam insistindo para um café, para um acerto de contas. Tantas perguntas povoavam minha mente inquieta.
Quem teve a idéia tosca de determinar o que é certo pra vida das pessoas como se todo o mundo tivesse saído de uma fôrma de bolo e fossemos iguais? “Tias velhas” me perguntam toda semana porque eu não tenho namorado. Será que não passa por aquelas cabecinhas que eu simplesmente não quero o primeiro mala que aparecer só pra eu poder falar que tenho, enfim, o namorado que elas me cobram.
Padrões irreais, alienantes e ultrapassados. Desculpe-me o palavreado, mas que porra é essa de “sucesso”?? Sucesso é ter um emprego milionário, mesmo que você abra mão da sua vida pra ganhar dinheiro. Sucesso é ter um casamento por 30 anos, mesmo que você durma no sofá há 23. Sucesso é ter se casado antes dos 30 mesmo que você tenha se casado com um pangaré qualquer. Sucesso é uma palavra criada para definir algo que eu nem sei se queria ter tido ou sido.Felicidade e sucesso são caminhos que nem sempre se cruzam.Largamos nossas carreiras de bailarinas, psicólogos, músicos porque isso não dá dinheiro. Largamos nossos sonhos, nossas vocações, aquilo que realmente sabemos (e queremos) fazer, para cursar uma faculdade de direito, de engenharia, de medicina porque é isso que aprendemos que dá dinheiro, sustento na vida e o glamour do tão sonhado do status.
Quem escreveu as regras do sucesso? Eu vou ser infeliz se cursar psicologia e não direito? Se eu for morar na praia. Se eu virar hippie? Se eu não ganhar dinheiro, mas fizer aquilo que eu gosto. Eu vou ser uma pessoa pior pra quem? Pra mim mesma ou pro resto do mundo?
Podem me chamar de boba, louca ou até mesmo infantil, mas eu possuo apenas esta vida e nela vou fazer o que eu quiser fazer. O que eu nasci pra fazer. E isso não é papo de adolescente rebelde, definitivamente, já passei dessa fase. Não vou cursar direito porque trabalho num gabinete de tribunal, porque as melhores carreiras são para os bacharéis em direito. Isso é excelente! Excelente pra vocês. Que eu fiquei a vida inteira morando no mesmo bairro suburbano, que eu não vá às melhores festas nem faça parte da high society. E quem quiser pensar que eu tenho a mente pequena, que pense! Porque eu quero mesmo é chegar ao fim da estrada e constatar se a vale a pena seguir o coração. Se tudo der certo, quando eu estiver voltando, eu aviso aos que ainda estão indo que vale a pena sim. Mas se, inevitavelmente, as coisas não saírem como o esperado, nada terá sido em vão. Quem vai arcar com o estrago será eu mesma. Cansei de provar que eu estou certa. A partir de agora vocês é que provem que eu estou errada. Ou melhor, continuem seguindo o mesmo padrão, a mesma forma, a mesma ditadura:
Você tem que ter 1,65m, pesar 55 quilos, ser loira, linda e difícil. Tomar a iniciativa? Jamais. Ligar antes que ele te ligue? Tá louca?!Namore caras mais velhos, bem sucedidos e independentes. Case-se antes dos 30. Seja linda. Independente. Ganhe bem - mesmo que todo seu dinheiro seja torrado em bolsas Louis Vuitton e sapatos Prada. Tenha um cachorro de bolsa. Sorria quando quiser chorar. Tome remédios pra dormir. Tenha o Prozac, Rivotril e Fluoxetina como seus melhores amigos. Durma pouco. Trabalhe 14 horas por dia, é super moderno dizer pros amigos que trabalha “horrores”. Top mesmo é ser workaholic (viciado em trabalho, mas é mais chique falar em inglês, óbvio). Stress está na moda. E, se sobreviver a tudo isso, me conte depois. Vou querer estar aqui pra saber.
.

9 comentários:

Ena disse...

Minha linda! Adorei =]

Aline Machado disse...

Vc é 10!!! Bjssss

flOr dii Liz _ A meniina de papel com alma de bOrboleta... disse...

Obrigada meninas !!!
adoooooooro ..
beeijos*

Suzy disse...

Nossaaa...infelizmente tudo é verdade....mas felizmente temos alguém como vc q nos mostra o lado bom das coisas....
Adorei...linda D+!!!!!

flOr dii Liz _ A meniina de papel com alma de bOrboleta... disse...

Suzyyyyyyyy ..
obrigadaa querida !!!
fico feliz q simples desabafos
tbm sejam coerentes com os
pensamentos de outras pessoas..
um.beijo*

Anônimo disse...

Oi Cuh, me identifiquei pacas com esse texto!
Eu me formei em artes, sonho de uma menina que achava o mundo bonito e colorido. Mas desiludida pelas condições salariais da área, eu fui trabalhar no Japão, me acostumei por um tempo com o que é ganhar bem, ter dinheiro pra comer fora todos os dias, comprar um carro em seis prestações e fazer o que quisesse sem pensar em dinheiro. Mas depois de um tempo um vazio ocupava meu coração, e percebi que deveria voltar, larguei tudo e voltei pro Brasil. Trabalhei em vendas e fui estudar engenharia química (moda do momento, a certeza de um futuro bem sucedido), tinha carro, cinco celulares (que tocavam 24h por dia), contas exorbitantes, eu não tinha tempo pra nada, vivia estressada! Foi então que conheci uma psicóloga que, ao me ver com cinco aparelhos celulares me convidou a uma terapia, resolvi me dar esse presente. Foi quando percebi que estava me perdendo de mim mesma. Novamente larguei tudo e decidi seguir meu coração, hoje eu trabalho com massagem, estudo fisioterapia, só tenho um celular, encontrei o amor da minha vida e sou muito feliz!!!!

Meu conselho pra todos? Siga o coração!!!
Um feliz dia pra você!
beijos
Luize

G.Lispector' disse...

Cuh !!!!!!
Ameiii seu coments, ele servirá
de uma especie de extensão
ao meu texto :')
eu seguirei a risca o conselho ;)
é bom saber a opinião daqueles que
já estão voltando né ..
beeijos*
volte sempreee

Poesia e outras drogas disse...

Isso realmente foi FODA! Sem nenhum recentimento sobre a parte do Direito. rss Entendi perfeitamente o que você quis passar. E isso caracteriza toda a minha revolta atual, com certeza.
Pelo visto a gente vai caminhar pela mesma estrada. Aquela que todo mundo considerar ser mal sucedida! ;)
Beijos

G.Lispector' disse...

Meu amoor, ñ interessa os caminhos
Contanto q sejamos felizes !!
Tô com o Botão do FODA-SE
em modo REPEAT \o/

beeijos meu
te adoooooro