Não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito..
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 26 de agosto de 2011


Eu odeio este meu medo idiota de perder as pessoas,
ele me tira o ar, sufoca. É um nó na garganta que não desata, parece forca. [Preciso começar a sentir medo é de “me perder”], porque numa dessas, eu ainda me perco dentro de mim com tantas curvas incertas, destinos sem “eira nem beira”

3 comentários:

Malu disse...

Bem, o título do seu blog já é um encanto só...
Quanto a este medo de perder pessoas, saiba, aquelas que nos amam de verdade assim como nós as amamos nunca se vão.
Ficam para sempre.
Abraços

G.Lispector' disse...

Obrigadaaa Malu *_*

É .. eu ainda aprendo viu!!
pra isso serve os tombos da vida
levamos lições valiosas, e com um tempo a gente muda o q é necessário..

beeijoss queridaa

Patrícia Souto disse...

Falou e disse, Ghí!
Às vezes a gente, com medo de perder as pessoas, modificamos nosso modo de agir e perdemos um pouco de nós. Isso não é saudável. Acredito que o que é verdadeiro, seja amizade ou amor, a gente não perde: pode voar longe, mas volta.
O meu medo é perder as pessoas que amo sim, mas para a morte, a única coisa certa na vida.
Te adoro, florzinha!
E estou com dois novos blogs. Dá uma conferida e me segue ;D
domeuquartops.blogspot.com
e discutindopp.blogspot.com
Beijos!